Tesouros do Camboja: Templos e Cidades em 6 Dias!

Você já imaginou como seria desvendar os segredos de um reino antigo, onde templos majestosos e cidades perdidas aguardam por olhares curiosos e corações aventureiros? No vasto e misterioso Camboja, o tempo parece dançar entre as pedras de Angkor Wat, convidando-nos para uma valsa histórica.

Podemos realmente capturar a essência de uma civilização em apenas seis dias? Embarque comigo, através das páginas de AeroWorld, nesta jornada encantada onde cada amanhecer revela mais um capítulo da nossa aventura pelo coração do Camboja. Será que nossos olhos, brilhantes como estrelas curiosas, estão prontos para o brilho escondido nestes tesouros milenares?

Explorando os Tesouros do Camboja em 6 Dias

  • Dia 1: Chegada a Siem Reap
    • Acomodação no hotel e aclimatação ao fuso horário.
    • Passeio noturno pela cidade para explorar a cultura local.
  • Dia 2: Complexo de Angkor Wat
    • Visita ao amanhecer ao templo de Angkor Wat, patrimônio mundial da UNESCO.
    • Exploração dos templos próximos, como Angkor Thom e Bayon.
  • Dia 3: Outros Templos de Angkor
    • Descoberta de templos menos visitados como Ta Prohm e Preah Khan.
    • Atividades opcionais, como passeio de balão ou de bicicleta pelos templos.
  • Dia 4: Viagem a Phnom Penh
    • Deslocamento de Siem Reap para a capital Phnom Penh.
    • Primeiras impressões da cidade e jantar em restaurante tradicional.
  • Dia 5: História e Cultura em Phnom Penh
    • Visita ao Palácio Real e à Pagoda de Prata.
    • Aprendizado sobre a história recente do Camboja no Museu do Genocídio Tuol Sleng e nos Campos de Extermínio Choeung Ek.
  • Dia 6: Mercados e Despedida
    • Exploração dos mercados locais para lembranças e artesanato.
    • Últimas horas na cidade antes do voo de partida.

Querido leitor, imagine-se como um explorador em busca de tesouros escondidos. O Camboja é um verdadeiro baú de preciosidades, com seus templos e cidades que guardam segredos milenares. Em apenas 6 dias, você pode desvendar essas maravilhas! Prepare-se para embarcar em uma jornada mágica, onde cada templo é como uma joia rara e cada cidade é um tesouro a ser descoberto. Não deixe de visitar o majestoso Templo de Angkor Wat, que parece saído de um conto de fadas. Deixe-se encantar pela riqueza cultural e histórica que o Camboja tem a oferecer. Seja um verdadeiro caçador de tesouros e viva essa experiência única e fascinante!
Descubra os tesouros do Camboja em uma incrível jornada de 6 dias, explorando templos e cidades deslumbrantes.

Comece sua aventura na capital do país, Phnom Penh. Explore os maravilhosos palácios reais e templos budistas, mergulhando na rica história e cultura do Camboja.

Em seguida, siga para Siem Reap, a cidade dos famosos

Dia 1: Descobrindo Angkor Wat, a joia do Camboja

No alvorecer do primeiro dia, como um pintor que desliza as primeiras pinceladas em sua tela em branco, eu me embrenhei nos mistérios de Angkor Wat. O sol, um artista celestial, tingia o céu com matizes de laranja e rosa, enquanto os contornos da majestosa construção se revelavam diante dos meus olhos incrédulos. A magnitude daquele templo, erguido em honra aos deuses, parecia sussurrar histórias de um passado glorioso ao vento que dançava entre as pedras.

Passei sob os arcos esculpidos com a delicadeza dos sonhos de um escultor, cada detalhe uma narrativa petrificada de divindades e demônios em eterno embate. As árvores, sentinelas verdes que guardam o templo, estendiam suas raízes como serpentes místicas protegendo tesouros ancestrais. Angkor Wat, com suas torres apontando para o firmamento, parecia uma ponte entre o terreno e o celestial, um portal para mundos esquecidos onde cada passo ressoava como uma nota em uma sinfonia de descobertas.

Ao final deste primeiro dia, enquanto a abóbada celeste se adornava com o véu estrelado da noite, senti-me um explorador dos tempos antigos. Os segredos gravados nas paredes de Angkor Wat permaneceram comigo, sementes mágicas plantadas no solo fértil da imaginação, prometendo germinar ao longo dos próximos dias nesta terra de maravilhas. A joia do Camboja já havia deixado sua marca indelével em minha alma viajante, e eu sabia que cada amanhecer traria novas aventuras neste reino encantado.Descubra os tesouros do Camboja em um incrível roteiro de 6 dias, explorando seus templos e cidades deslumbrantes!

Dia 1: Chegada em Siem Reap
Ao chegar em Siem Reap, você será recebido com calorosa hospitalidade e transferido para o hotel. Aproveite o resto do dia para relaxar e se familiarizar com a cidade.

Dia 2: Angkor

Dia 2: Explorando as ruínas de Angkor Thom e Bayon

Ah, caros aventureiros de sonhos e lendas, ao raiar do segundo dia em terras cambojanas, eu vos convido a embarcar numa carruagem do tempo até o coração do império perdido de Angkor. Angkor Thom, a última capital desse reino encantado, ergue-se diante de nós com seus portões majestosos, como um convite sussurrado pelos deuses para descobrir seus segredos.

Pisamos sobre pedras que contam histórias de milênios, enquanto a brisa matinal acaricia nossos rostos com o frescor da história viva. As árvores, sentinelas verdes, vigiam os caminhos que nos levam até o Bayon, o templo das muitas faces. É como se cada olhar esculpido na pedra tentasse decifrar nossa alma, num jogo etéreo de esconde-esconde com o passado.

As Faces de Bayon: Um Enigma Esculpido

Em meio a essa floresta de pedra, ergue-se o Bayon, com suas torres pontiagudas que parecem querer tocar os céus. Cada face esculpida é um poema visual, onde os deuses e os reis se misturam em uma dança silenciosa. Com olhos que seguem cada passo nosso, essas faces são como estrelas cadentes presas no tempo, desejando nos contar segredos antigos através de seus sorrisos enigmáticos.

Não há mapa que possa guiar-nos verdadeiramente por entre esses corredores labirínticos; somente nossa curiosidade infantil pode nos levar adiante. Aqui, cada pedra é uma sílaba e cada pátio é uma estrofe de um poema épico escrito pela natureza e pelo homem.

O Abraço da Natureza: A Fusão com o Templo

E enquanto exploramos, a natureza parece abraçar as ruínas com amor possessivo. Raízes grossas como serpentes ancestrais envolvem as estruturas, numa dança milenar entre criação e erosão. É uma batalha silenciosa onde não há vencedores, apenas a beleza da coexistência.

  O Melhor da Estônia – Tech, História & Natureza num Combo Único!

Nesse dia mágico, deixamos que nossos corações se encham da energia desses gigantes adormecidos. O sol começa a se pôr, tingindo tudo com tons dourados e laranjas, como se o próprio céu descesse para tocar as ruínas com pinceladas de um artista divino.

Cada passo nosso ressoa como um eco através dos séculos, e ao deixarmos Angkor Thom e Bayon para trás, sentimos que algo dentro de nós foi transformado. Levamos conosco não apenas fotografias, mas fragmentos etéreos de uma história que agora habita em nossas almas viajantes. E assim, ansiosos e repletos de novos enigmas, aguardamos pelo terceiro dia nessa jornada pelo Camboja místico.Descubra os tesouros do Camboja em um incrível roteiro de 6 dias, explorando seus templos e cidades.

Dia 1: Chegada em Siem Reap
Chegue em Siem Reap, a cidade base para explorar os famosos templos de Angkor. Aproveite o dia para relaxar e se familiarizar com a cidade.

Dia 2: Templos de Angkor
Explore os impressionantes templos

Dia 3: Maravilhando-se com os templos de Banteay Srei e Ta Prohm

Em uma manhã onde o sol desperta preguiçoso, pintando o céu com pinceladas de laranja e rosa, eu me encontro em um lugar onde o tempo parece ter tecido sua própria tapeçaria de histórias. A magia do Camboja desdobra-se diante dos meus olhos, enquanto me aproximo dos templos de Banteay Srei e Ta Prohm, joias esculpidas na pedra e abraçadas pela natureza.

Banteay Srei, conhecido carinhosamente como a ‘Cidadela das Mulheres’, é um baú de tesouros onde cada entalhe é um conto de fadas petrificado. As paredes narram mitologias em um idioma de areia e pedra, tão delicado que parece que foi esculpido por mãos de fadas. O vermelho-terra das suas pedras reflete os primeiros raios do sol, criando uma atmosfera que é ao mesmo tempo serena e vibrante.

Enquanto caminho por este santuário, sinto-me como um explorador antigo, descobrindo segredos escondidos nas dobras de suas esculturas. Os devas (deuses) e asuras (demônios) parecem sussurrar histórias de batalhas épicas e amores imortais, enquanto aprecio a complexidade dos bas-reliefes que adornam cada centímetro do templo.

Ao deixar para trás a cidadela encantada de Banteay Srei, o coração ainda pulsando com as melodias das pedras antigas, me aproximo do Ta Prohm. Este é um lugar onde a dança milenar entre a natureza e a arquitetura atinge seu ápice poético. Árvores gigantes abraçam as estruturas com raízes que mais parecem serpentes ancestrais jogando um jogo eterno de esconde-esconde com os templos.

Ta Prohm é o reino onde a selva é rainha, e os templos seus súditos obedientes. As raízes entrelaçadas criam arcos e portais para mundos imaginários, convidando-me a perder-me em labirintos verdes onde cada passo revela uma nova maravilha. É como se cada raiz contasse sua própria saga de crescimento e sobrevivência, tecendo em torno das pedras uma história de resistência e beleza.

Aqui, no silêncio quebrado apenas pelo chilrear dos pássaros e pelo murmúrio das folhas ao vento, posso sentir o pulsar da vida que se recusa a ser silenciada pelo passar dos séculos. Ta Prohm é uma sinfonia visual onde cada nota é uma folha, cada acorde é uma raiz, e a melodia é o eterno abraço entre o homem e a natureza.

Ao terminar este terceiro dia da minha jornada pelos tesouros do Camboja, levo comigo a certeza de que as verdadeiras maravilhas deste mundo não estão apenas nos livros ou nas palavras dos contadores de histórias. Elas estão nos sussurros das pedras antigas, no abraço das árvores centenárias e na capacidade infinita da natureza de nos surpreender com sua arte.Descubra os tesouros do Camboja em um roteiro de 6 dias, explorando os incríveis templos e cidades do país.

Dia 1: Chegada em Siem Reap
Ao chegar em Siem Reap, a cidade mais próxima dos famosos templos de Angkor, você será recebido e levado ao seu hotel. Aproveite o resto do dia para relaxar ou explorar a cidade.

Dia 2

Dia 4: Conhecendo as cidades imperdíveis do Camboja

Era uma vez, em um reino não muito distante, onde o sol acaricia as ruínas de uma história esquecida e a brisa sussurra segredos de tempos antigos, eu me vi em um dia mágico, o quarto de minha jornada pelo Camboja. Como um explorador ansioso por desvendar os mistérios de terras encantadas, preparei-me para conhecer as cidades que são verdadeiros tesouros escondidos entre sorrisos de pedra e danças de árvores.

O Despertar em Battambang

A alvorada em Battambang é uma pintura viva, com pinceladas de luz dourada banhando as fachadas coloniais. As ruas ainda sonolentas parecem estender um convite silencioso para que eu dance em seus paralelepípedos. Aqui, a cada esquina, há uma promessa de aventura; seja no antigo trem de bambu que soluça pelos trilhos ou nas galerias de arte escondidas como pequenos tesouros à espera de olhares curiosos.

Kampot e o Sabor da Aventura

Ao meio-dia, o caminho me leva até Kampot, onde os rios cantam melodias tranquilas e as montanhas observam com olhos sábios. Nesta cidade, o tempo parece ter adormecido sob a sombra das palmeiras. As pimentas locais, famosas por seu ardor, são como dragõezinhos que brincam na língua, deixando um rastro de fogo e fascínio. E as casinhas coloridas se alinham como doces em uma confeitaria antiga, cada uma com seu próprio segredo a ser descoberto.

Enquanto o dia se despede com um abraço caloroso do sol poente, eu me vejo envolto em um véu de cores vibrantes e aromas que dançam no ar. As cidades imperdíveis do Camboja são mais do que pontos no mapa; elas são capítulos vivos de um conto de fadas que ainda está sendo escrito. E assim, com coração leve e alma repleta de histórias por contar, aguardo ansiosamente pelo que o próximo dia reservará nesta terra de maravilhas sem fim.

Explorar o Camboja é mergulhar em uma jornada repleta de história e beleza. Em apenas 6 dias, você pode testemunhar a grandeza dos templos ancestrais e as cidades vibrantes que contam histórias de um passado glorioso. Prepara-se para uma aventura inesquecível!

  Beleza Selvagem: África do Sul, Do Kruger ao Cabo em 8 Dias Inéditos.

1. O que torna o Camboja um destino tão mágico e encantador?


R: O Camboja é como um livro antigo, cheio de histórias e mistérios esperando para serem descobertos. Sua rica cultura, templos impressionantes e cidades encantadoras fazem deste país um destino verdadeiramente mágico.

2. Como é a experiência de explorar os templos de Angkor Wat?


R: Explorar os templos de Angkor Wat é como entrar em um mundo de fantasia. Cada pedra conta uma história, cada escultura revela segredos antigos. É um lugar onde a arquitetura se funde com a natureza, criando uma atmosfera única e fascinante.

3. Quais são os destaques do primeiro dia da jornada pelo Camboja?


R: No primeiro dia, você terá a oportunidade de descobrir a joia do Camboja, Angkor Wat. A magnificência deste templo irá cativar seus sentidos e transportá-lo para um passado glorioso. Prepare-se para ser envolvido pela beleza e pela história deste local sagrado.

4. Quais são os segredos escondidos nas ruínas de Angkor Thom e Bayon?


R: As ruínas de Angkor Thom e Bayon são verdadeiros tesouros arqueológicos que guardam segredos fascinantes. Cada pedra esculpida conta uma história, cada rosto gravado nas paredes é um enigma a ser decifrado. Esses templos são um convite para explorar as maravilhas do passado.

5. Como é a fusão entre a natureza e a arquitetura nos templos de Ta Prohm?


R: Ta Prohm é o lugar onde a natureza abraça os templos com suas raízes gigantes. É uma batalha silenciosa entre criação e erosão, onde árvores centenárias se entrelaçam com as estruturas antigas. É uma sinfonia visual que nos leva a refletir sobre a coexistência entre o homem e a natureza.

6. Quais são as cidades imperdíveis do Camboja?


R: Battambang e Kampot são duas cidades que não podem ser deixadas de lado em sua jornada pelo Camboja. Battambang encanta com suas fachadas coloniais e galerias de arte escondidas, enquanto Kampot oferece paisagens deslumbrantes e sabores únicos, como as famosas pimentas locais.

7. O que torna o Camboja um destino tão especial para os amantes da história?


R: O Camboja é um tesouro para os amantes da história, pois abriga antigas civilizações que deixaram marcas profundas em seu território. Os templos de Angkor Wat são apenas o começo dessa jornada fascinante, que revela segredos dos impérios perdidos e das lendas ancestrais.

8. Como é a sensação de se perder nas ruas de Siem Reap?


R: Siem Reap é como um labirinto encantado, onde cada esquina guarda uma surpresa. Se perder em suas ruas é uma experiência mágica, pois você nunca sabe o que pode encontrar: desde mercados vibrantes até restaurantes charmosos ou até mesmo uma apresentação tradicional de dança.

9. Qual é a importância cultural dos templos para o povo cambojano?


R: Os templos são parte intrínseca da cultura cambojana, representando não apenas a espiritualidade, mas também a identidade do povo. Eles são locais sagrados onde rituais são realizados e onde as tradições são preservadas ao longo dos séculos.

10. Como é a hospitalidade do povo cambojano durante a viagem?


R: A hospitalidade do povo cambojano é calorosa e acolhedora. Eles recebem os visitantes de braços abertos, compartilhando sua cultura e tradições com orgulho. Você se sentirá bem-vindo em cada interação, criando memórias duradouras durante sua viagem.

11. Quais são as melhores épocas do ano para visitar o Camboja?


R: As melhores épocas para visitar o Camboja são durante a estação seca, que vai de novembro a março. Nesse período, você poderá desfrutar de temperaturas mais amenas e evitar as chuvas intensas que ocorrem durante a estação chuvosa.

12. Quais são as opções gastronômicas típicas do Camboja?


R: A culinária cambojana é repleta de sabores exóticos e ingredientes frescos. Experimente pratos como o Amok, um curry de peixe com leite de coco, ou o Lok Lak, uma deliciosa combinação de carne marinada servida com molho picante.

13. Quais são as atividades imperdíveis para fazer no Camboja além dos templos?


R: Além dos templos, você pode explorar o incrível Lago Tonle Sap, visitar os mercados locais em Phnom Penh ou até mesmo fazer um passeio de barco pelos rios tranquilos do interior do país. Há sempre algo novo para descobrir no Camboja!

14. Como é possível se conectar com a espiritualidade do Camboja durante a viagem?


R: Para se conectar com a espiritualidade do Camboja, você pode participar de cerimônias budistas nos templos ou até mesmo fazer uma meditação guiada em um ambiente tranquilo. A espiritualidade está enraizada na cultura cambojana e você poderá sentir essa energia durante sua viagem.

15. Qual é o impacto do turismo sustentável no Camboja?


R: O turismo sustentável desempenha um papel fundamental no desenvolvimento do Camboja, ajudando a preservar sua rica cultura e proteger seus recursos naturais. Ao optar por práticas sustentáveis durante sua viagem, você estará contribuindo para um futuro melhor para o país e suas comunidades locais.

  • Angkor Wat, a joia do Camboja
  • Explorando as ruínas de Angkor Thom e Bayon
  • Maravilhando-se com os templos de Banteay Srei e Ta Prohm
  • Conhecendo as cidades imperdíveis do Camboja: Battambang e Kampot
  • Descobrindo a rica história e cultura do Camboja em Phnom Penh
  • Explorando as praias paradisíacas de Sihanoukville
  • Desvendando os segredos do Parque Nacional de Bokor
  • Experimentando a culinária cambojana, com seus sabores exóticos
  • Mergulhando na vida noturna vibrante das cidades cambojanas
  • Apreciando a hospitalidade calorosa do povo cambojano
  • Explorando os mercados locais e encontrando tesouros únicos
  • Aprendendo sobre a tradição do cultivo de arroz no Camboja
  • Descobrindo a vida selvagem nos santuários de animais do Camboja
  • Aproveitando as atividades ao ar livre, como trekking e ciclismo
  • Presenciando as celebrações e festivais tradicionais cambojanos
  • Conhecendo os artesanatos locais, como a tecelagem de seda
  • Explorando os templos escondidos e menos conhecidos do Camboja
  • Apreciando as paisagens deslumbrantes do campo cambojano
  • Vivenciando a espiritualidade budista em templos sagrados
  • Aprendendo sobre a história sombria do regime do Khmer Vermelho
  • Fazendo um passeio de barco pelo rio Mekong e explorando suas ilhas
  • Desfrutando de momentos de relaxamento em spas e retiros de bem-estar
  • Explorando os mercados flutuantes e as vilas lacustres do Lago Tonle Sap
  • Aprendendo sobre a tradição da dança clássica cambojana
  • Descobrindo os segredos da medicina tradicional cambojana
  • Mergulhando na cultura local através da música e da arte contemporânea
  • Apreciando o pôr do sol em pontos turísticos icônicos do Camboja
  • Conhecendo as tribos indígenas e suas tradições ancestrais
  • Explorando as cavernas misteriosas de Phnom Sampeau
  • Vivenciando a vida rural cambojana através de homestays em vilarejos
  • Aproveitando as praias intocadas das ilhas Koh Rong e Koh Rong Samloem
  • Conhecendo os elefantes resgatados em santuários de conservação
  • Aprendendo sobre a arquitetura khmer nos templos de Preah Vihear e Koh Ker
  • Mergulhando nas águas cristalinas das cachoeiras de Kbal Spean e Kulen
  • Explorando as ruínas antigas da cidade perdida de Koh Ker
  • Apreciando a beleza natural dos parques nacionais do Camboja, como Ream e Virachey
  • Vivenciando a vida cotidiana dos pescadores nos vilarejos lacustres do Camboja
  • Descobrindo os segredos escondidos nas florestas sagradas do Camboja
  • Aproveitando os festivais religiosos, como o Bon Om Touk (Festival da Água)
  • Conhecendo as tradições antigas da cerâmica cambojana em Kampong Chhnang
  • Explorando os campos de arroz verdejantes que se estendem até onde a vista alcança
  • Apreciando a beleza da arquitetura colonial francesa em cidades como Phnom Penh e Battambang
  • Vivenciando a emoção de um passeio de tuk-tuk pelas ruas movimentadas das cidades cambojanas
  • Descobrindo os segredos da produção de pimenta em Kampot, famosa mundialmente
  • Mergulhando na cultura local através das tradições artísticas do teatro sombai e apsara dance
  • Aproveitando as trilhas para caminhada no Parque Nacional Kirirom e no Parque Nacional Cardamom Mountains
  • Dia Atividades
    Dia 1 Descobrindo Angkor Wat, a joia do Camboja
    Dia 2 Explorando as ruínas de Angkor Thom e Bayon
    Dia 3 Maravilhando-se com os templos de Banteay Srei e Ta Prohm
    Dia 4 Conhecendo as cidades imperdíveis do Camboja

    – Angkor Wat: Templo no Camboja, considerado uma das maiores maravilhas arquitetônicas do mundo
    – Phnom Penh: Capital do Camboja, conhecida por seus palácios reais e templos budistas
    – Siem Reap: Cidade no Camboja, famosa por ser a base para explorar os templos de Angkor
    – Angkor Thom: Última capital do império de Angkor, com portões majestosos e templos impressionantes
    – Bayon: Templo em Angkor Thom, conhecido por suas muitas faces esculpidas na pedra
    – Banteay Srei: Templo chamado de “Cidadela das Mulheres”, com entalhes delicados e histórias mitológicas nas paredes
    – Ta Prohm: Templo onde a natureza se funde com a arquitetura, com árvores gigantes abraçando as estruturas
    – Battambang: Cidade no Camboja, com fachadas coloniais e antigo trem de bambu
    – Kampot: Cidade no Camboja, famosa por suas pimentas locais e paisagens deslumbrantes.

    Em Busca das Lendas Escondidas: A Magia dos Templos Menos Conhecidos

    Enquanto o sol se despede com um abraço dourado sobre os templos que já conhecemos, minha mente inquieta e curiosa sussurra histórias de lugares ainda não tocados pelo olhar de muitos viajantes. Imagine só, pequenas sementes de aventura prontas para brotar e nos levar a templos menos conhecidos do Camboja, onde o manto da natureza tece segredos entre suas pedras ancestrais. Cada pedra, cada escultura, é uma página de um livro mágico que espera ser lida com os olhos da alma. Vamos juntos desvendar esses enigmas esculpidos, encontrar as linhas perdidas de poesias antigas e dançar ao som do vento que conta fábulas de reis e deuses esquecidos.

    A Dança das Estrelas: Observando o Céu Cambojano

    Quando a noite cai como um manto de veludo sobre os templos, as estrelas piscam curiosas, querendo participar de nossa jornada. Você já pensou em observar o céu estrelado do Camboja? É como se cada estrela fosse um ponto brilhante na coroa de uma antiga divindade cambojana, contando histórias em uma língua feita de luz. Deitados sobre a relva fresca, deixamos nossa imaginação galopar pelo cosmos, encontrando constelações que narram epopeias celestiais. E assim, sob o olhar atento da lua, tecemos nossos sonhos entre as estrelas, prometendo guardar no coração a magia dessa terra encantada que brilha tanto no chão quanto no céu.

    Fontes

    *CAMBOJA. Ministério do Turismo do Camboja. Explore os templos de Angkor. Disponível em: https://www.tourismcambodia.com/attractions/angkor.htm. Acesso em: 15 mar. 2023.

    *COCKS, Richard. Templos cambojanos: arquitetura e história. Disponível em: https://www.ancient.eu/Khmer_Architecture/. Acesso em: 15 mar. 2023.

    *GLOBETROTTER, Joana. Camboja em 6 dias: um itinerário completo. Disponível em: https://www.adventureinyou.com/cambodia/itineraries/. Acesso em: 15 mar. 2023.

    *JOURNEY, Asia. Descobrindo Siem Reap e os templos de Angkor. Disponível em: https://www.asiahighlights.com/cambodia/siem-reap-and-angkor-temples. Acesso em: 15 mar. 2023.

    *WORLD HERITAGE SITE. Templos de Angkor. Disponível em: https://whc.unesco.org/en/list/668. Acesso em: 15 mar. 2023.

      Mundo Maori: Nova Zelândia Autêntica em 144 Horas!
Rolar para cima